O que comer e o que evitar para ter um coração mais saudável.

São tantos estudos dizendo o que faz bem ou não faz ao coração que é normal ficar confuso com as informações. Pensando nisso, pesquisadores do Colégio Americano de Cardiologia decidiram fazer uma meta-análise das pesquisas já existentes sobre os prós e contras de alguns alimentos na prevenção de doenças cardiovasculares.

Alimentos adicionar à dieta

Além de ajudarem no emagrecimento, leguminosas como feijão, grão-de-bico, lentilha, ervilha, soja, e amendoim diminuem os níveis de colesterol e reduz os riscos de doença do coração e hipertensão. “Legumes são acessíveis e uma rica fonte de proteína”, diz Freeman.
Mas a verdadeira boa notícia é que o café foi associado a um risco reduzido de morte por qualquer causa, bem como a morte por doença cardíaca. Não foram encontradas ligações entre o consumo da bebida e o risco de pressão alta.
Alguns estudos sugeriram que o chá preto e o verde, quando consumidos sem adição de laticínios, açúcar ou adoçantes, também podem contribuir para um coração saudável.
Segundo Freeman, apesar de não existir um padrão alimentar perfeito para prevenir doenças cardíacas, a maioria das evidências reforçam a ideia de que uma dieta predominantemente baseada em vegetais, com menos gordura, açúcares adicionados, sal, alimentos processados ​​e produtos de origem animal limitados beneficia a saúde do coração.

Alimentos que é melhor evitar

Embora alguns estudos sugerissem que laticínios com baixo teor de gordura podem reduzir a pressão arterial, os pesquisadores descobriram que esses alimentos também podem elevar os níveis de colesterol “ruim”, fraturas e risco de morte por qualquer causa. A explicação seria porque os laticínios são ricos em gorduras saturadas e, no caso de alguns queijos, em sal. Por esse motivo, o ideal seria consumir esses alimentos com cautela.

Fonte: Portal UOL

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.