Nápoles: vibrante, caótica e intensamente deliciosa

Nas infindáveis vielas, automóveis dividem espaço com transeuntes, lambretas, carrinhos de bebê, feiras. Nas ruas, mesmo havendo semáforos e faixas de pedestre, quem define a parada dos carros – com o próprio corpo – é quem atravessa. Nos táxis, velhos, é usual o motorista fumar, “esquecer” de ver o GPS, cobrar a mais e ainda conversar todo simpático durante todo o percurso. As pizzarias mais famosas – e não necessariamente as melhores -, como a Da Michele, possuem filiais não autorizadas com nomes engana turista: Nipote da Michele, Zio da Michele.

Nápoles tem um quê de Brasil, sem dúvida.

Mas mesmo quem não curte muito essa bagunça, como eu, vai apaixonar-se por Nápoles assim que der a primeira garfada. Ali, é difícil comer mal mesmo nos lugares mais “suspeitos”: a cultura gastronômica é centenária, entranhada, cotidiana. Alimentar-se bem é hábito e utilizar ingredientes sazonais, frescos, comprados quase diariamente no mercado, é padrão.

Em Nápoles aprende-se a importância de valorizar os pescadores que trazem, todos os dias, maravilhas do mar direto para o consumidor, sem atravessadores. Aprende-se que não é preciso pagar caro para fazer uma excelente refeição. Aprende-se que boa farinha e fermentação longa pode transformar o trigo (tão odiado atualmente, com o glúten sendo tratado feito o demônio) em sensacionais e aeradas pizzas, doces leves, massas saborosas.

Veja mais em Gastrolandia

Instituto Ovos Brasil lança concurso culinário para cozinheiros de todo país

Com o objetivo de estimular a utilização dos ovos em receitas culinárias saborosas e nutritivas, o Instituto Ovos Brasil anuncia o lançamento da 1ª edição de seu concurso culinário, aberto a cozinheiros e entusiastas da arte da Gastronomia. Por meio desta iniciativa a entidade tem a intenção de valorizar os pratos mais criativos e o empenho dos participantes de todo o país.

Cada participante poderá submeter ao Concurso a quantidade de receitas que preferir, sendo exigido que o ovo seja o ingrediente principal do prato. Os interessados devem preencher os dados em no site do IOB, juntamente ao termo de autorização de uso de imagem, a receita completa, com especificações de cada produto e quantidades, o tempo de preparo e ao menos uma foto que ilustre a receita. As inscrições estão abertas até o dia 10 de maio.

Jonathan Santos, do Instituto Ovos Brasil, explica quais serão os critérios de julgamento dos pratos durante a competição: “Nosso júri, composto por quatro especialistas, fará a avaliação baseado em quesitos centrais, como a apresentação dos pratos, a facilidade de reprodução, a criatividade e o tempo de preparo. Cada quesito terá notas de 1 (mínima) a 5 (máxima), e a somatória será dividida pelo número de jurados, para que então se atinja a nota média final para cada receita”. É recomendável aos participantes o foco na praticidade dos pratos.

Com a intenção de reunir todos os gostos e temperos da rica e abrangente cultura gastronômica brasileira, o concurso será realizado pela internet, garantindo que todas as regiões do Brasil sejam igualmente representadas no certame. Nesta 1ª edição, o concurso terá duas categorias: Doces e Salgados. As dez melhores receitas serão divulgadas e disponibilizadas ao público na nova página de receitas do site do Instituto e haverá premiação aos três primeiros colocados de cada categoria.

Os documentos necessários à inscrição e mais informações sobre o concurso estão disponíveis no site do Instituto: www.ovosbrasil.com.br. Em caso de dúvidas, entre em contato com a entidade pelo e-mail administrativo@ovosbrasil.com.br.

Fonte: Revista Food Magazine